Pular para o conteúdo principal

TRANSLATE

Um breve Retorno

Olá meninos e meninas!

Nossa se passaram dias desde que começou essa quarentena né? E eu pensei que com isso colocaria tudo em dia, faria milhões de coisas ... e no fim das coisas não foi nada disso.

Acabei sumindo dos blogs, canal e tudo o mais, dei um stop geral. Os primeiros dias foram tranquilos, mas com o passar do tempo as incertezas, as notícias negativas etc, acabou afetando a minha saúde, já comentei aqui em algum post que tenho depressão, mas estava tudo bem até então, até que veio toda essa turbulência e eu acabei me deprimindo novamente.
Minda Silva

Tive dias bem ruins, alterou minha saúde de uma forma que eu não imaginava, até que fui aconselhada pela psiquiatra a me afastar da internet, e assim o fiz,  resolveu em parte os problemas graças a Deus.

Então amigas e amigos, esse post é apenas uma satisfação, com vocês leitores, se não vim antes é porque não estava bem, mas em breve espero estar de volta com conteúdo novo e com o gás renovado, peço desculpas pela ausência.

Essa quarentena serviu para mostrar nossa fragilidade e nossa força, e que confiar a Deus nossa vida faz toda a diferença! Aproveito e deixo essa mensagem do Momento Espírita para reflexão!

Percebemos como as pandemias se alastram?

Seja a mais recente, do coronavírus, nossa conhecida, seja a do cólera no século XIX ou da gripe espanhola no século XX.

Embora em épocas diferentes, não houve em nenhuma delas, quem estivesse imune.

Isso porque os vírus atingem a todos igualmente, independente da classe social, da cor da epiderme ou dos títulos acadêmicos.

Somos todos da mesma espécie, ou seja, constituídos da mesma matéria e vulneráveis a eles.

Não importa o que temos ou como pensamos. Não importa a profissão que abraçamos ou nossa religião.

Não há diferença se estamos acima do peso, ou se fizemos plásticas corporais.

Se os cabelos são pintados ou estão embranquecendo naturalmente. Se temos tatuagem ou usamos piercing, se nos vestimos dessa ou daquela forma, se somos moradores de rua ou vivamos em uma mansão.

Para o vírus, somos todos iguais. Simplesmente seres frágeis, diante de sua ação.

É isso que somos, iguais, da mesma espécie, filhos do mesmo pai, experienciando mais uma vida neste planeta.

Por que agimos diferente da ação dos vírus? Por que não nos vemos todos iguais?

Por que, no trato, diferenciamos as pessoas conforme sua classe social?

Por que classificamos pessoas, rotulamos atitudes, conceituamos aparências?

Não somos todos da mesma espécie?

De tempos em tempos a natureza nos obriga a algumas pausas para nos fazer lembrar dessas coisas simples.

Lembrar-nos de que não somos melhores do que ninguém. Somos muito importantes perante a vida. Nosso próximo também.

Temos direitos que defendemos e pelos quais lutamos. Igualmente devemos fazê-lo pelos direitos do próximo.

Quando moramos na mesma casa, somos co-responsáveis uns pelos outros.

Assim somos nós neste lar chamado Terra.

Não existe problema de um. Os problemas do planeta são problemas de todos.

As dores do mundo são as dores que pertencem a todos. A fome que há no mundo, é a fome que diz respeito a todos.

Precisamos nos dar conta de que somos todos iguais. A dor de cabeça, a febre, a tosse que atinge os que vivem no Oriente alcançam, igualmente, os que vivemos no Ocidente.

O que conduz à morte no Norte, de igual forma o fará no Sul.

Somos iguais. Dessa forma, respeito, atenção, consideração para com todos, próximos ou distantes.

Se formos tentados a desqualificar alguém, menosprezar uma pessoa ou tratá-la com preconceito, lembremos dos vírus.

Eles não agiriam assim. Identificariam em nós apenas seres humanos, seres iguais.

Essa seja, talvez, a preciosa lição que as pandemias podem nos oferecer.

Elas nos recordam o que esquecemos um dia: que somos todos filhos da mesma Terra, filhos do mesmo Pai, criados de igual forma.

No mais, tudo é passageiro. Com o tempo, a beleza se vai, a fortuna troca de mãos, o emprego é outro, a saúde se desfaz.
Aprendamos a lição positiva: 
Agir igual para com todos. Tratemos a todos com amorosidade, gentileza e respeito que cabe àqueles que se percebem iguais, seres da mesma espécie.
Fonte: Redação do Momento Espírita.
Masso Vita
Já que passou por aqui, aproveita e compartilha essa mensagem, comenta, sua opinião é muito importante e será sempre bem vinda!

Abraços até breve ...
Beijos, Minda!
Minda Silva

Comentários

  1. Nossa! Essa pandemia até quem não tinha depressão acabou ficando.
    Um momento delicado!
    Se cuide... depressão não é brincadeira.
    Saúde!!!

    ResponderExcluir
  2. Desejo que você se recupere!! Lidar com depressão nao é facil, sei pq minha tia tem, mas sei que vc terá força e sairá dessa.
    Melhoras!

    ResponderExcluir
  3. Esta pandemia não está sendo fácil para ninguém. Eu já não vejo a hora que isso acabe. Mas o mais importante é que nos cuidemos, no fim tudo dará certo.

    ResponderExcluir
  4. Oiee Minda...

    Em dias complicados assim, só se apegando ao que nos faz bem !
    O ano de 2020 ta tenso mesmo!
    Mas vamos acreditar que dias melhores virão!!
    #Ameituafoto
    Bjoks Nani

    ResponderExcluir
  5. Te entendo, eu também quase não tenho postado nada...ando sem criatividade, mas logo tudo volta ao normal, se Deus quiser!!!

    ResponderExcluir
  6. Realmente está bem complicado para todos, mas espero que tudo isso possa passar logo! Melhoras para nós!

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Essa pandemia está mudando tudo e mudando nossas vidas. Mas tenho fé que logo mais tudo voltará ao normal...

    ResponderExcluir
  8. Minha linda, vc não está só. Também tenho crises e essa pandemia foi o gatilho pra tudo desandar. Também tive dias terríveis, me afastei de tudo. Aos poucos estou voltando. A internet tem muita coisa boa, porém o que tem de ruim supera.
    Dias melhores virão, tudo se resolve. Qualquer coisa estou aqui pra conversar. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Bem vinda de volta! Passei um momento deprimida também, logo no começo da pandemia, chorava todas as noites. Mas as coisas foram melhorando, estou de home office e agradeço a Deus pela saúde. Vamos que vamos!

    ResponderExcluir
  10. Não tem sido fácil mesmo.
    Continua se cuidado! Que bom que voltou.

    ResponderExcluir
  11. De fato amiga,essa pandemia está mostrando como somos frágeis e que precisamos para um momento para refletir,para nos fortalecer,tenho certeza que essa parada temporária vai revigorar sua alma e ao se sentir fortalecida,voltará a nos presentear com sua companhia.Seu texto verdadeiro já é uma amostra de como parar está te fazendo um bem enorme.Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Essa pandemia realmente mexeu com as pessoas de uma forma diferente para cada. Entendo seus sentimentos, e o momento de precisar de um stop pois cada um levou essas notícias de forma singular. Bom que agora esta de volta não é mesmo?! Realmente tudo passa e devemos sempre continuar seguindo em frente. Bem-vinda novamente!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Menina, essa quarentena não foi o que ninguém esperava mesmo... Mas, que bom que vc está voltando as atividades.

    ResponderExcluir
  14. Olá Minda,

    Essa pandemia tem sido realmente difícil para todos, também essas mudanças na pele. Minha ansiedade aumentou nesse período e tive que recorrer ao tratamento e os remédios pata me manter sã, porque caso contrário teria sido bem mais complicado. Espere que tudo melhore para nós e continua se cuidando!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oiii,
    realmente, não está fácil para ninguém, mas seja muito bem vinda, todas as forças do mundo para você <3

    ResponderExcluir
  16. Oi flor! Feliz que estejas melhor! Se cuida mesmo, faz coisas que te deixem bem e que tragam tranquilidade! Tenhamos fé, que esta loucura toda loguinho vai passar! Melhoras pra ti!

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bem? Esse isolamento foi bem difícil em vários aspectos. Não apenas para empresas que tiveram que fechar, transporte público parado, como nossas vidas também parece que "estacionou". O lado bom é que conseguimos aprender muito durante esse período. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  18. Tá difícil encarar essa pandemia. É muita coisa em jogo, muita coisa a pensar, muita gente em quem pensar. Espero que esse pesadelo acabe logo.

    Abraços

    Fábio M.

    ResponderExcluir
  19. Eu também pensei em fazer milhões de coisa nessa quarentena ,mais não foi bem assim , a ansiedade me tira a concentração .

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seja bem vindo(a), sua presença nos deixa muito feliz!
Bjos,
Volte Sempre!

“Sou criativa e poderosa em tudo o que faço.”