Tradutor - Translate

27/07/14

Competição

Olá meninos e meninas tudo bem?

Já está quase aí o começo da semana, e como sempre gosto de deixar uma mensagem, para pensarmos juntos em nossa vida e no que estamos fazendo dela.

Então hoje trago essa que achei incrivelmente maravilhosa, alguns vão entender o porque.

Sem competição
Vencer
Desde cedo, o homem é educado para a competição. Os pais fazem questão de enumerar as qualidades dos seus filhos, que são ou devem ser os mais inteligentes, os mais espertos, os mais ágeis.

Nas idas ao parque, eles esperam que seus filhos sejam os que demonstrem melhores habilidades na bicicleta, no escorregador, sejam os primeiros na corrida, um craque da bola.

Nas festas de aniversário, melhor é aquele que consegue apanhar mais brinquedos na hora do estouro dos balões recheados de mil coisas que fazem o encanto da criançada.

Os destaques são, na escola, para os    que conseguem as notas mais altas, aprendem mais rápido ou, de alguma forma, se sobressaem nos estudos ou nos jogos.

Para os não tão hábeis, nem tão inteligentes, resta verem os irmãos em evidência, os colegas sendo laureados e, se não tiverem uma boa estrutura emocional, admitirem o adjetivo de incapazes ou de tolos.

Bela é a experiência daquela professora recém-formada, chamada Mary, que foi lecionar em uma reserva de índios navajos.

Todos os dias ela pedia a cinco dos jovens alunos navajos que fossem até o quadro e resolvessem um problema simples de matemática de seu dever de casa.

Eles ficavam ali em silêncio, sem querer cumprir a tarefa. Mary não conseguia entender.

Nada do que Mary havia estudado em seu currículo pedagógico ajudava e ela não sabia como lidar com a situação.

O que estou fazendo de errado? Será possível que eu tenha escolhido cinco alunos que não sabem resolver o problema?

Finalmente, ela perguntou a eles o que havia de errado. E, na resposta de seus jovens alunos índios, aprendeu uma surpreendente lição sobre autoimagem e noção de valor próprio.

Eles explicaram que queriam se respeitar uns aos outros. E, como sabiam que uns eram mais capazes e outros encontrariam dificuldade em resolver os problemas, não queriam exibir isso publicamente.

Apesar de muito jovens, entendiam como era inútil e desrespeitosa a competição do tipo perde-ganha na sala de aula. Pensavam que ninguém sairia ganhando se algum deles se exibisse ou ficasse encabulado diante de toda a turma.

Então se recusavam a competir uns com os outros em público.

Quando entendeu aquilo, Mary mudou o sistema, de modo a poder corrigir, individualmente, os problemas de matemática de cada criança, dedicando-se mais aos que tinham dificuldades.

E mudou muitas coisas em sua vida ao compreender que todos nós queremos aprender – não para nos sobressairmos diante dos outros, mas para sermos mais felizes. 
***
Não estimule a competição no seu filho. Cultive nele a consciência dos valores reais.

Ensine-o a respeitar os que apresentam dificuldades, reconhecendo que o importante não é chegar em primeiro lugar a qualquer preço, mas completar com honra o percurso, e nunca a sós.

Por fim, estimule-o a conquistar a mais bela e brilhante medalha que deverá ostentar no peito: a do amor fraterno, que significa se importar com o outro, em todas as circunstâncias.
Momento Espírita
Divisória
A mensagem fala por si mesma, mas eu gostaria apenas de dizer que eu particularmente penso assim, não curto competição, as vezes vejo nas redes sociais o que umas pessoas dizem as outras, humilham, pisam em cima para se mostrarem melhor, mais espertas, e depois dizem que é crítica construtiva. Crítica construtiva não humilha, não ofende, ela deve estimular a pessoa , mas não é bem isso que tenho visto, penso que se você não tem algo bom a dizer, então fique em silêncio, ou se o que vai dizer não é bom, fale em particular, onde só você e a pessoa possam ler ou ouvir.  Detesto ver a falta de EDUCAÇÃO de algumas pessoas sendo mascaradas de SINCERIDADE.

Podemos mudar o quadro em que estamos vivendo, apenas mudando nossas atitudes, pense nisso!

Desejo a todos uma semana de muita Paz e Reflexões. 

Abraços e carinhos, até o próximo!
My
Masso Vita

17 comentários:

  1. Concordo plenamente contigo, gostei muito ! abração Jane

    ResponderExcluir
  2. Minha edução foi voltada para competição, parecia que eu tinha de ser obrigação de ser a melhor em tudo, eu não podia errar que era o fim do mundo pra minha mãe...agora eu acho engraçado, porque desde que eu adoeci mentalmente de repente todo mundo parou de me exigir a perfeição e eu compreendi que tinha de ser eu mesma. Nem melhor, nem pior que ninguém, somente eu mesma. Adorei a mensagem.

    Além disso, vim te convidar para ver minha página no blog pois indiquei seu blog para um Selo na qual fui indicada também, caso você goste e queira (não é obrigatório) participar da blogagem, fique a vontade, gosto muito do seu blog. Beijos
    http://gotinhasesperanca.blogspot.com.br/2014/07/selo-premiacao-blog.html

    ResponderExcluir
  3. eu vejo muita competição na blogsfera, isso sim, rs

    Beeijos, ♥ || INSTAGRAM: @luannaandrade_

    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
  4. Amiga, muito bom e educativo o texto!Com certeza, podemos mudar o mundo modificando nós mesmos, com as nossas atitudes sustentáveis!Nunca gostei desse negócio de competição!Sempre achei desgastante.Acho que o meu cérebro bloqueia só em pensar nisso!Amiga, beijos e que a sua semana cheia toda recheada de sucesso!

    ResponderExcluir
  5. Ohhhh minha querida falei sobre isso com a Lu hj.. O que ta tendo de gente sem educacao e que se diz sincero ta dando filas gigantescas. Fico super chateada com a falta de respeito de mtas pessoas. Como vc disse se nao tem nada de bom a dizer fica calada. Pronto ne. Facil assim. Amei o post.


    Bjos da Re.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente a competição está em todos os lugares,muitos querem ser melhor do que o outro, a competição não leva a lugar nenhum e sim a magoar o outro por se sentir mais forte, My beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderExcluir
  7. hey how are you?
     Great Blog! I love the style of it



    visit my pages if you like
    Blog | Facebook | Bloglovin

    let me know what you think :)

    would you like to follow each other?

    ResponderExcluir
  8. Thank you for visiting my blog and your lovely comment.
    I'm going to follow this blog as well, I like your style.

    Have a nice evening and see you again!!!

    Hugsss, Gaby
    dol-fijnecreaties.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eita mulher porreta além de bunita é inteligente é por isso que gosto muito de tu viu bichinha.
    Sabe: por muito tempo fui Administradora de alguns blogs, so que começei a ver certas coisas que me deixaram decepicionada ao invés de viverem em harmonia um queria ser melhor que o outro ai começava a competição todos me queriam como ADM sai de todos pois a falssidade éra demais .nunca tive ninguém que me enssinase o que éra certo ou errado aprendi sozinha,más faço de tudo para viver em harmonia sem pizar em ninguém como já fui pizada humilhadae em certas situações palavras doem mais do que um tapa,
    Hoje vejo os Pais se seus filhos não forem melhores do que os outros os chamam de fracassados ao invés de se preocuparem com o caratér da criança que é o principal.amada bjos no seu coração te amo de montão viu Senhora gentileza obrigada pelas palavras em meu blog .Deus esteja sempre comtigo.

    http://deniseefiel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. OI MINDA!
    TAMBÉM FICO INDIGNADA QUANDO OUÇO ALGUÉM, SE ARVORANDO DE SINCERA SÓ, PARA EM NOME DISSO DIZER O QUE QUER PARA OUTRA PESSOA E MUITAS VEZES A HUMILHANDO, PARA MIM, É PURA FALTA DE EDUCAÇÃO.
    ESTAMOS VIVENDO MESMO, UM MOMENTO DE DISPUTAS DE TODOS OS TIPOS, PENA DAS CRIANÇAS CUJOS PAIS NÃO SE DÃO CONTA E AS COLOCAM EM SITUAÇÕES EMBARAÇOSAS.
    ABR~S

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Minda, amei teu post, parabéns pela escolha...
    Pura verdade!
    Muitos pais querem se realizar através dos filhos e daí surgem essas competições doentias.
    Bjssssss querida

    ResponderExcluir
  12. Oi minda!
    Voltei p/dizer que a geleia de pimenta não arde, só dá um toquinho especial na receita. Ela tem um sabor super delicado kkkkk
    + Bjssssss

    ResponderExcluir
  13. Incrível o pensamento dos jovens índios...
    Isso sim é civilidade!!

    Bjssss da Dn da Bagaça!!

    ResponderExcluir
  14. Seria tão bom se nós pudéssemos pensar assim também né Elis?
    Quem sabe um dia chegaremos lá ... (o estranho é que dizem que os índios é que são selvagens).

    Bjks
    My

    ResponderExcluir
  15. Oiiie, preciso atualizar meus comentários aqui, afff, isso sim é competição, kkkkkkk. Flor, complicado ne, por isso que encho a boca pra citar você e algumas blogueiras que admiro. Tem tanta gente perdendo tempo com isso que, o que acontece? Acabam esquecendo de adicionar textos construtivos no seu canal de negócio. Valeu My. Adoro seus posts. Bjkas

    ResponderExcluir
  16. Eu é que fico feliz Rytta quando vejo pessoas como você, que não estão nessa de competir ... Tem tanto espaço na net, cabe todo mundo ...
    Basta ser original ...

    Obrigada ela visita!
    Bjks
    My

    ResponderExcluir

Seja bem vindo(a), sua presença nos deixa muito feliz!
Bjos,
Volte Sempre!

Receba no seu email

Coloque seu email:

Assine nosso FeedBurner

.

.

Divulga Links

Siga-nos por Email

Postagens populares