Tradutor - Translate

03/06/13

Auriculoterapia

Auriculoterapia
Você sabe o  que é Auriculoterapia?

Auriculoterapia  é um tratamento baseado em estímulos no pavilhão auricular. Prática existente há milênios, a auriculoterapia é uma espécie independente de sistema da acupuntura. O método não fica restrito apenas ao tratamento de doenças, sendo que também pode ser utilizado para o diagnóstico das mesmas.

A auriculoterapia é usada atualmente para a detecção de inúmeras patologias, sejam elas de caráter funcional, psicótico ou neurótico. Este método pode ser utilizado para o tratamento de cefaleias, de ansiedades, de dismenorreias, de dores lombares e de úlceras gástricas, por exemplo.
A técnica foi desenvolvida a partir de experiências com agulhas filiformes e intradérmicas na região do pavilhão auricular. Esta é caracterizada como um microssistema capaz de influenciar mudanças em órgãos, em vísceras, em tecidos e em membros, por exemplo. Para que o resultado tenha efeito positivo é preciso disciplina do paciente. 

A auriculoterapia é uma técnica muito interessante capaz de estimular diversas regiões e de promover a cura e o diagnóstico de uma série de doenças. O procedimento pode ser realizado em homens e em mulheres de todas as idades, gerando bem estar físico e mental.
O método foi sendo desenvolvido ao longo de anos. As técnicas são diversas, sendo que normalmente faz-se uso das tradicionais agulhas da acupuntura. As agulhas são pequenas, finas e intradérmicas. Em alguns locais também são utilizadas sementes com adesivos, as quais devem ser estimuladas diariamente para bons resultados.

A auriculoterapia é indicada para o diagnóstico e para o tratamento de uma série de doenças. Ela é capaz de curar a insônia, dores de cabeça, dores pelo corpo, dores de garganta, úlceras, hipertensões entre outras coisas. O processo é também muito usado no combate a dependências como de drogas e de bebidas alcóolicas.
Apesar de extremamente positiva, a auriculoterapia não deve ser aplicada em gestantes. Ainda há muito que se descobrir acerca desta técnica, no entanto, os resultados já são surpreendentes e estimulantes.

Antes da realização da sessão de auriculoterapia a orelha não deve ser limpa ou lavada. Somente após o procedimento podem se tomar tais medidas. Pressões serão feitas sobre colorações diferentes da região em questão, de forma a tentar identificar o ponto para tratamento.
Alterações morfológicas podem indicar a natureza dos transtornos. É preciso saber notar ressecamentos, exsudações sebáceas, quistos, sudoreses ou escamações. Geralmente se sente dores e adormecimento no local durante o procedimento. Também podem ocorrer sangrias e movimentos peristálticos, dependendo da área tratada.
Muito pacientes reclamam de tontura e ficam pálidos e suados. A auriculoterapia atua na orelha, no entanto, são outras regiões do corpo que estão em vista. A agulha será posicionada no local referente ao tecido, órgão ou membro a ser analisado ou tratado. O procedimento é rápido e não há necessidade de cuidados depois do feitio do mesmo. Para que os resultados sejam efetivos, muitas vezes é preciso mais de uma sessão.

Auriculoterapia

Formas de aplicação

Para o tratamento com auriculoterapia, podemos fazer uso de:
- Esferas: que podem ser ouro, prata, cristal, sementes de mostarda.
- Agulhas semi-permanentes: Permite estímulos contínuo, são as mais utilizadas na 
auriculoterapia. Após implantadas são cobertas com fita adesiva (micropore).
-
Agulhas intradérmicas ou agulhas de akabane: Utilizadas quando se quer 
estimular vários pontos de uma vez. Geralmente nos pontos relativos a coluna 
vertebral, proporcionando menor número de punturas.
-
Agulhas sistêmicas: Permanecem por aproximadamente 20 minutos, são 
movimentadas de acordo com o trabalho que se quer realizar.
-
Laser: Através de equipamento apropriado, são aplicados raios laser de baixa 
potência nos pontos correspondentes.
-
Estímulo elétrico: Os pontos são punturados com agulhas sistêmicas, conectadas,
geralmente através de garras tipo “jacaré”, ao estimulador elétrico. São emitidos 
impulsos elétricos, cuja freqüência pode variar de acordo com a área a ser estimulada.
Existem 
vários outros métodos como pontas de cristais, moxabustão, cromoterapia, etc.
Auriculoterapia

Gostou? Deixe-nos sua opinião, ela é muito importante !!!

Abraços e carinhos,
Mynda

4 comentários:

  1. "Oi , vi seu blog na lista do blog "Siga-me" vim conhecer e já estou te seguindo, ficarei feliz com sua visita".
    Gostei do post! Nem sabia que isso era possível, técnica poderosa essa pode curar até ulceras, mas não sou muito fã de agulha. Isso doe muito, e quanto tempo demora o tratamento?
    Um abraço e sucesso em seu blog que é muito rico em informação.
    Sheila
    http://albinoclaudia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Caramba eu vi algo parecido em um filme, mas achei que era lorota.
    Aprendendo mais uma.

    ResponderExcluir
  3. Olá My,

    Adorei ler acerca desta terapia, não conhecia amiga. Fez-me lembrar da acupuntura.
    Obrigada por seguires o meu blog/livro "Jake e Mary".

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    http://jakeemary.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. te seguindo atraves da Agenda do Blogs http://mulherfashioon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja bem vindo(a), sua presença nos deixa muito feliz!
Bjos,
Volte Sempre!

Receba no seu email

Coloque seu email:

Assine nosso FeedBurner

.

.

Divulga Links

Siga-nos por Email

Postagens populares