Tradutor - Translate

25/05/13

Moxabustão


Moxabustão
Olá meninos e meninas como estão vocês?

Espero que aí tudo esteja maravilhoso como está o céu do sul, bem azul e com um sol m a r a v i l h o s o!!!

Ah! Quero agradecer a presença de todos aqui mesmo nos dias em que andei meio sumida, no "Mundin Nosso" explico os motivos, então se alguém quiser saber, passe por lá ... será também vindo.

Bom vamos ao post de hoje.
Vamos falar sobre essa técnica, que talvez alguns ainda não conheçam, a Moxabustão.

A Moxabustão é uma técnica milenar chinesa que visa prevenir e tratar doenças pelo aquecimento de pontos de acupuntura através da queima de ervas medicinais. A erva mais utilizada é a Artemisia vulgaris. Também podem ser utilizados outros materiais como o carvão, que apresenta odor mais suave.
A Moxabustão já era realizada pelas famílias reais quando a Acupuntura falhava. Segundo os textos chineses antigos, todas as pessoas que desejam ter uma vida longa e saudável devem realizar moxabustão em pontos específicos do corpo.
A Moxabustão realiza a tonificação energética, elimina a estagnação e regula a circulação de energia. Dessa forma, melhora o funcionamento de órgãos e vísceras do corpo.

A moxabustão é indicada para muitos casos, tais como resfriado, bronquite, gastrite, anorexia, impotência, dor ciática, artrite reumatóide, amenorreia, dismenorreia, rinite, neurodermites e depressão. O dr. Jojima explica que, em geral, a moxabustão é o tratamento escolhido para o estímulo dos pontos shu dorsais a fim de aumentar a energia jing, um tipo de energia fundamental para a manutenção da vida e que é dividida em anatômica, funcional e espiritual. “O jing anatômico controla a estrutura material do corpo, como osso, medula e cérebro, o funcional controla a estrutura sensorial, como a audição, e o espiritual controla a estrutura mental, por exemplo, a vontade”, explica.
Tem como indicações principais o tratamento de dores nas costas, ombros, joelhos, tornozelos, calcâneo, epicondilite, ansiedade, estresse, depressão, asma, bronquite, diarréia, doenças crônicas de pele, hemorróidas, enurese, incontinência urinária, paralisia facial, enxaqueca, cólica menstrual, infertilidade, impotência sexual, compulsão alimentar, fraqueza e cansaço.

A contra indicação mais importante está relacionada aos pontos da aplicação. Deve-se evitar a moxabustão sobre grandes vasos sanguíneos e em algumas partes do corpo, como a face, o couro cabeludo ou próximo aos genitais ou mamilos. “Existem pontos de acupuntura onde o calor não deve ser aplicado, bem como nos pacientes que apresentam alterações energéticas importantes do tipo excesso de Yang e vazio de Yin”, alerta Jojima. “A técnica também não é usada nos tratamentos de doenças Yang, como febre, inflamações agudas causadas por bactérias e vírus, dores de cabeça, lesões na pele e problemas de ordem psíquica”, acrescenta o professor Helder Carvalho, do Instituto de Yoga e Terapias Aurora.
Como contra-indicação encontram-se os estados de excesso de calor pela Medicina Chinesa, como febre. Por isto, é importante que seja feito o diagnóstico correto pela Medicina Tradicional Chinesa, para melhor direcionar o tratamento.

A Moxabustão pode ser direta ou indireta. A Moxabustão direta é realizada diretamente sobre a pele e pode ocasionar bolhas ou cicatrizes. Geralmente não é utilizada pelos médicos acupunturistas. A Moxabustão indireta realizada com o bastão de Moxabustão é o método mais usado atualmente, a uma distância de 1 a 2 cm da pele. A Moxabustão indireta também pode ser realizada sobre fatia degengibre, camada de sal,caixa de madeira, sobre o cabo da agulha, moxa adesiva.
Um método desenvolvido recentemente e que tem conseguido bons resultados é a Moxa Elétrica, um aparelho projetado para aquecer os pontos de acupuntura, simulando a Moxabustão indireta com uso de bastão de A. vulgaris.

Letra
Curiosidade
A palavra moxabustão parece ser um termo que deriva do português antigo Mechia e do Japonês Mogussa. Devemos recordar que os Jesuítas e os portugueses tiveram influência em várias partes do Oriente, China, Japão, Malásia, Índia e concretamente em várias partes da China e Japão, onde resultou que a palavra mechia foi usada no lugar de Jiu, já que esta técnica lembra uma mecha a queimar, e no Japão quando um francês estava a aprender a técnica ele ao perguntar ao Japonês do que se tratava, este respondeu que era mogussa uma erva usada pelos Japoneses no lugar da Artemísia vulgaris. O Francês não entendia o Japonês, tentou dar-lhe um nome em francês, bustion, daí o termo ter-se propagado como Moxabustão que é a soma de mochia + bustion.  Atualmente o Japão é o maior produtor de Moxa.
Barrinha

Como em toda técnica que eu passo aqui pra vocês, sempre recomendo que procure um especialista, tenha certeza que a pessoa que utiliza essa técnica, realmente sabe o que está fazendo e se é qualificado ou não. Afinal é seu corpo que você está colocando nas mãos desse profissional, então que ele seja qualificado. Pesquise sempre.

Gostou? Deixe-nos sua opinião, ela é muito importante!

Abraços e carinhos,
Mynda

9 comentários:

  1. Nunca ouvi falar dessa técnica, mais se ela for boa porque não usá-la, mais tem sempre aquele aviso, em procurar os especialistas certos. My beijos.
    Lucimar Estrela da Manhã
    Divulgue seu blog no Face
    Fan Page Retribuo Curtidas

    ResponderExcluir
  2. Tudo bom?

    Ótima tua postagem, eu não conhecia esta técnica, não exatamente assim, achei bem interessante.


    Um ótimo final de semana a vc.


    Audeni

    ResponderExcluir
  3. Oi Mynda :)
    Nossa, preciso disso agora! rs
    Parece ser muito bom, vou pesquisar mais sobre
    isso, obrigada por compartilhar!
    Estava com saudades de aparecer aqui no seu cantinho, ele trás uma energia tão boa!
    Um beijo :*
    Diário de Jardineira

    ResponderExcluir
  4. Oii Lindona :D
    Amei seu blog, retribuindo a visitinha e já seguindo ,
    Super Beijoo !

    www.belezaabsolluta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante essa técnica. Sempre bom conhecer coisas novas.
    Seguindo com prazer. Bjo.

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha ouvido falar, mas nunca nesta riqueza de detalhes.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, tudo bem?
    Passei aqui para conhecer seu blog, está lindo. Gostaria de convidar vc a conhecer o meu também, estou seguindo o seu se puder me siga de volta, obrigada, bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Mynda, interessante essa técnica,quando eu venho aqui sempre aprendo algo novo,bom inicio de semana......bjus..............

    ResponderExcluir

Seja bem vindo(a), sua presença nos deixa muito feliz!
Bjos,
Volte Sempre!

Receba no seu email

Coloque seu email:

Assine nosso FeedBurner

.

.

Divulga Links

Siga-nos por Email

Postagens populares