Tradutor - Translate

09/10/16

Ser humano

Olá meninos e meninas!

Hoje apenas trago uma reflexão, já estamos no domingo, logo logo começa uma nova semana, espero que ela sirva para começarmos com o pé direito e refletindo sobre esse assunto que a meu ver é muito importante.

Ser humano

Reflexão
Há muito não víamos uma cena como aquela. Logo pela manhã, chegamos a uma cidadezinha que faz parte da região metropolitana de grande capital brasileira.

Paramos em frente ao local do nosso destino e ficamos aguardando a pessoa com quem havíamos marcado compromisso, numa rua sem asfalto e com pouco movimento de carros.

Era a hora em que as pessoas estavam indo para o trabalho, e foi aí que nos demos conta de algo que há muito não víamos. As pessoas que transitavam, a pé, pela rua, nos dirigiam um fraterno Bom dia!

Ao primeiro cumprimento não respondemos, tal a surpresa, pois as grandes cidades nos tiram a sensibilidade de seres humanos.

Geralmente andamos pelas ruas apinhadas de pessoas, mas umas não olham para as outras e, quando o fazem, é para tomar os devidos cuidados com possíveis assaltantes.

E isso não acontece só nas ruas, onde o número de pedestres é grande, não.

Quando entramos num elevador ficamos sem jeito, sem palavras e, geralmente, olhamos para o teto ou para o chão, com receio de olhar no rosto daquelas pessoas que dividem conosco aquele pequeno espaço.

O que está acontecendo conosco?

Será que estamos perdendo a humanidade para nos tornar autômatos?

Será que estamos perdendo a sensibilidade de olhar, sem medo, nos olhos do nosso semelhante e saudá-lo?

Será que não temos mais a capacidade de desejar um sincero Bom dia a alguém?

O que está acontecendo conosco, afinal?

Às vezes, quando andamos pelas ruas dos grandes centros, notamos que as pessoas circulam apressadas, alheias a tudo, como naqueles filmes de ficção, em que foram substituídas por robôs.

Programados para tarefas específicas, esses robôs não têm a sensibilidade dos seres humanos... Não têm coração, têm chips, computadores eficientes, mas não têm calor humano. São frios.

A sensibilidade é atributo dos seres humanos. A fraternidade, a solidariedade, o afeto, a ternura são inerentes à criatura humana.

Quando, naquela manhã, pessoas que nunca havíamos visto antes nos olharam e nos desejaram um sonoro e convicto Bom dia, nos sentimos gente.

Ser gente! Eis do que sentimos falta.

Talvez isso pareça medíocre, para alguns, mas é bom se sentir gente.

Receber de um desconhecido um olhar de afeto, um olhar de encorajamento, faz bem para a alma.

É bom saber que as pessoas notam você e que você as nota, não como supostos bandidos, mas como gente, apenas como gente.

Há tanta falta de atenção de uns para com os outros, nesses tempos de correria em busca de dinheiro e coisas, que nos esquecemos de que somos todos passageiros dessa grande embarcação chamada Terra.

Esquecemos de que somos concidadãos dessa pátria-mãe chamada Brasil.

Por isso tudo, é bom se sentir gente entre pessoas que, como nós mesmos, lutam, sofrem, trabalham e choram....

Pessoas que amam, que sonham, que buscam um lugar ao sol e que desejam ser, simplesmente... gente.
*   *   *
Saúde as pessoas que cruzam seu caminho: o vizinho, o jardineiro, o ascensorista, serventes, pessoas no elevador.

E se o seu dia amanheceu nublado, se você não está com vontade de saudar ninguém, olhe para as pessoas com fraternidade.

Faça-as sentirem-se gente. Gente como você.

É uma atitude simples, mas tão poderosa que pode levantar o ânimo de alguém, evitar um suicídio, promover, de fato, um bom dia para alguém.
Redação do Momento Espírita.
Beijos
Essa reflexão nos traz algumas perguntas interessantes, "O que está acontecendo conosco?" "Será que estamos perdendo a humanidade para nos tornar autômatos?". Realmente me fez refletir, pois hoje em dia está ficando tudo muito estranho, acho que chegou a hora de refletirmos sobre esse assunto ....

Abraços e carinhos, até a próxima ...
Beijos, Minda!
Minda Silva

6 comentários:

  1. Bom dia Minda.
    Eu me mudei de residencia por causa disso, morava em um condomínio frio, onde pessoa mal complementava o outro. Hoje é diferente, estou em um lugar que sei ate nomes de alguns vizinhos e vizinhos falam comigo e eu com eles. É algo diferente e gratificante. Logico que devemos ter cuidados isso faz parte do mundo em que vivemos, mas ser humano, falar com carinho, da um feliz bom dia etc. Não nós faz mal algum pelo contrario é enriquecedor. Um feliz domingo. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. MINDA: Boa tarde! Muito boa e importante a sua reflexão sobre as atitudes do ser humano hoje. Com certeza, está na hora de mudarmos esta realidade. Afinal, o planeta é feito de seres humanos, que de fato, devem ser dotados de humanidade. Bjs e belos dias.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de ser tímida, me esforço pra dizer bom dia para os porteiros do meu prédio quando saio e também quando subo em um ônibus cumprimento o motorista e cobrador, afinal são gente como a gente.
    Obrigada pela força, fiquei feliz que se inscreveu no meu canal. Quero fazer mais vídeos.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa Mi,adorei essa reflexão com certeza temos que pensar em tudo isso e vermos no que estamos faltando
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Hello ! This is not spam! But just an invitation to join us on "Directory Blogspot" to make your blog in 200 Countries
    Register in comments: blog name; blog address; and country
    All entries will receive awards for your blog
    cordially
    Chris
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/


    Olá! Isto não é spam! Mas só um convite para se juntar a nós em "Directório Blogspot" para fazer o seu blog em 200 países
    Registre-se em comentários: nome do blog; endereço do blog; e do país
    Todas as entradas receberão prêmios para o seu blog
    cordialmente
    Chris
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oláaa Minda!
    Maravilhoso texto e excelente reflexão.
    As vezes me sinto siim como em um daqueles filmes futuristas, onde as pessoas se transformaram em autômatos e onde tudo é tão frio e impessoal.
    Quando um simples tudo bem?, um como vai?, ou um simples sorriso podem fazer tanta diferença no dia a dia de todos nós.
    Muitas vezes nem é preciso ser gentil, basta ser educado.
    Amei a reflexão e achei muito importante colocar a questão em pauta.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir

Seja bem vindo(a), sua presença nos deixa muito feliz!
Bjos,
Volte Sempre!

Receba no seu email

Coloque seu email:

Assine nosso FeedBurner

.

.

Divulga Links

Siga-nos por Email

Postagens populares