Tradutor - Translate

14/02/13

Aromoterapia e os Óleos Essenciais

Linda tarde pra você! Está tudo bem por aí?

Aqui no sul um calor insuportável!

Bom, vamos ao que interessa.
Como da outra vez hoje trago mais um pouco sobre aromoterapia, para que vocês conheçam mais sobre esse assunto, assim quando lhe for ofertado um tratamento com essa terapia, vocês já estarão cientes do que é, como funciona e onde ele age no organismo.

É muito bom ter acesso a essas informações não acha? rss
 Óleos Essenciais
Vamos lá,
Têm-se observado, nas últimas décadas, intensa preocupação com perfumes em relação aos seus poderes terapêuticos. Este fato pode ser confirmado com o surgimento de instituições dedicadas apenas ao estudo e divulgação das propriedades dos óleos essenciais; como exemplo podemos citar: Flower Essence Society (Califórnia) e Alaska Flower Essence (Alasca), dentre outras situadas nos Estados Unidos da América.

ÓLEOS ESSENCIAIS
Os óleos essenciais são substâncias orgânicas muito perfumadas e voláteis, extraídas de diversas partes das plantas.

Têm geralmente consistência aquosa e límpida, mas podem se solidificar em temperaturas baixas. São solúveis em álcool, éter e outros compostos graxos, insolúveis em água e podem ser incolores ou apresentar desde tons claros até fortes e opacos. Os óleos essenciais são chamados de voláteis, pois quando expostos ao ar (temperatura ambiente), evaporam.

Podem também ser chamados de refringentes ou etéreos. Entretanto, o termo mais usado é óleo essencial, já que estes representam as “essências” ou compostos odoríferos das plantas.
Composição
Fazem parte da composição dos óleos essenciais elementos orgânicos como carbono, oxigênio e hidrogênio, formando então moléculas de álcoois, aldeídos, ésteres, óxidos, cetonas, fenóis, hidrocarbonetos, ácidos orgânicos, compostos orgânicos nitrogenados e sulforados e terpenos.
Apresentam composição complexa, com exceção do sândalo, que contém 95% do mesmo componente (santalol) e os outros 5% de composição diversa. A maior importância econômica e ecológica é atribuída aos terpenos, que são incolores, amarelados (se associados aos carotenóides) ou esverdeados (se associados às clorofilas).

Apesar do termo “óleo”, não são obrigatoriamente gordurosos, e diferenciam-se dos óleos vegetais por serem altamente voláteis.

As principais qualidades dos óleos essenciais são o aroma e suas propriedades terapêuticas.

Segundo Corazza (2002), até o presente momento foram coletadas 378 plantas aromáticas, que produziram 272 óleos essenciais e 37 aromas de frutos e flores cujos componentes voláteis foram quase todos determinados.

Em geral, os óleos essenciais com elevado teor de álcool e ésteres têm propriedades curativas moderadas e são portanto mais seguros para o uso. Já os óleos essenciais com altas concentrações de cetonas, fenóis e aldeídos, são muito ativos terapeuticamente e são pouco usados na aromaterapia, pois podem provocar efeitos adversos, sendo usados apenas quando necessário e em pequenas quantidades.

Os óleos essenciais possuem odores característicos, têm densidade menor que a água, elevado índice de refração, são geralmente opticamente ativos e sensíveis à luz e ao ar. Podem ser oriundos de folhas, flores talos, caule, haste, pecíolo, casca, raiz, glândulas ou outro elemento das plantas, principalmente as lauráceas, mirtáceas, labiadas, compostas, rutáceas e umbilíferas.

Constituem subproduto do metabolismo secundário das plantas, ou seja, são produzidos com o propósito de defesa do vegetal. A composição e a qualidade dos óleos essenciais pode variar em função da região de cultivo, do clima, do relevo, da idade do terreno, do processo de colheita e do método de extração. A concentração de princípios ativos na planta pode variar devido ao controle genético e estímulos do meio, como fatores climáticos e edáficos (relacionados com o solo), exposição a microorganismos, insetos e poluentes em geral. A quantidade extraída de óleo essencial pode variar de 0,005% a 10%, em dependência do processo de extração utilizado. 

A concentração de óleos essenciais nas plantas frescas é de 75 a 100 vezes maior que nas plantas secas. Nas plantas, os óleos essenciais podem desempenhar as funções de protegê-las contra ataque de parasitas e doenças, atuar na fertilização, polinização e na proteção da radiação solar. Nos homens, podem apresentar várias aplicações, que serão vistas adiante. Os grupos funcionais químicos presentes nos óleos essenciais para serem usados em aromaterapia são:
• Monoterpenos/Sesquiterpenos
• Ésteres
• Aldeídos
• Cetonas
• Álcoois
• Fenóis
• Óxidos
• Ácidos
Patrícia Andrei
Aparecida Peres Del Comune

Bom agora você já conhece um pouco mais do processo de aromoterapia certo?
Em outra postagem falo sobre esses grupos funcionais químicos citados.
Gostou? Comente, deixe sua opinião, ela é muito importante!!

Abraços
Mynda

27 comentários:

  1. Oie Mynda!
    Muito obrigada por reservar um tempinho para visitar o meu blog ^^
    Eu entendo que com a correria do dia a dia fica difícil manter a leitura em dia. Por isso eu criei o blog, com a intenção de fazer as pessoas voltarem a esse mundo maravilhoso que é o mundo da leitura.
    Muito legal o seu post...adorei conhecer um pouco mais sobre óleos essenciais.
    Vc dá dica sobre quais aromas são indicados para determinados fins? Eu gostaria muito de saber qual aroma é indicado para insônia e ansiedade?
    Gostei muito do seu blog!
    Bjos
    Evy
    bosquedaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. PARABENS PELO BLOG! ADOREI SUAS NAIL ART! JÁ ESTOU TE SEGUINDO... SE PUDER RETRIBUIR, FICAREI MUITO GRATA!

    www.lupapodemulher.com.br
    www.lupapodeblog.com.br

    ResponderExcluir
  3. Minda, você entende bastante!
    Adorei seu post.
    Consegui entender algumas coisas, sim

    Beijos
    mari do like a make
    http://www.likeamake.com

    ResponderExcluir
  4. opa, super bem explicadinho, adorei saber, bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi!!!
    Eu adoro aromoterapia mas não sei muito sobre o assunto. Mas você explicou muito bem 😊
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Minda, não conhecia nada sobre o assunto, mas seu post foi bem esclarecedor e já deu para aprender algumas coisas.

    Ruiva Amarga

    ResponderExcluir
  7. Minda eu não conhecia nada desse assunto, mais o post foi bem esclarecido.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Não tinha ouvido falar muito desse assunto, o post é muito esclarecedor, se me permite deixar uma dica, eu gosto de textos menores, acho que a maioria na verdade, mas quando não se pode resumir é bom dá umas quebras com fotos só pra "descansar" a leitura, beijos linda

    ResponderExcluir
  9. Se á quente ai no Sul amiga imagina aqui no norte, sempre tá quente, não sabemos o que é o friozinho do sul rsrs, gostei de conhecer mais sobre as essências extraída da natureza, como é perfeito a criação de Deus, e o homem com sua sabedoria soube aproveita o melhor. bjs

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro essa coisa de aromaterapia.
    Acho que os perfumes influenciam mesmo no nosso humor!
    Adorei o post.
    bjks

    ResponderExcluir
  11. Como é bom conhecer um pouco sobre massagens terapeuticas, eu amo óleos (só conheço os de banho), acho que além de hidratar deixam um perfume muito gostoso na pele e nas roupas.
    Beijo
    www.universomacherie.com

    ResponderExcluir
  12. Sou uma apaixonada por óleos, uso com cautela pq tenho tudo muito oleosa, pele e cabelos, mas mesmo assim não abro mão de alguns, principalmente nas massagens :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. eu amei seu post e me ajudou muito, seu post foi muito bem explicadinho
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Adorei conhecer um pouco mais sobre aromoterapia pois não conhecia nada a respeito vou até buscar conhecer mais ainda pois me interessou bastante o funcionamento e os cuidados necessários. Beijos

    ResponderExcluir
  15. Não sabia sobre o assunto, obrigada por explicar tão bem! Óleos são ótimos, amo muito!

    ResponderExcluir
  16. Um post super esclarecedor, tirou algumas dúvidas que eu tinha.
    Bj
    http://blogsemprebelas.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi MInda que interessante, adorei saber mais beijos

    ResponderExcluir
  18. Tai uma coisa que não sabia, foi muito bom ter vindo aqui comentar Minda, pois você explicou e detalhou perfeitamente e me fez conhecer e aprender sobre eles
    Gostei

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  19. Excelente post conseguir tirar algumas duvida que eu tinha, sabe ne querida nem sempre a gente sabe de tudo..rsrsrs

    www.studiocriativoarteemeva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bem? Gosto muito de perfumes, óleos para o corpo, essências, todos os produtinhos perfumados são uma delícia. Ultimamente tenho usado aqui em casa aromatizador de ambiente, capim cidreira, é muito bom. Beijos, Érika

    >> www.queroseralice.com.br <<

    ResponderExcluir
  21. Eu iria morrer sem saber, eu realmente não sabia de nada mais vse conseguiu explicar direitinho parabéns

    ResponderExcluir
  22. Oiii
    Gostei bastante do post
    Não sabia do que estava falando no começo mais com a explicação consegui entender!
    Gostei bastante
    :)

    ResponderExcluir
  23. Que interessante, muitas coisas não sabia, é uma novidade pra mim
    amei tudo , parabéns pelo post
    bjs

    ResponderExcluir
  24. Mynda miga muito bom o post super bem explicado, e acabei sabendo de coisas que desconhecia bjs

    ResponderExcluir
  25. Ola Adorei as dicas do post, nao conhecia sobre os oleos, ja ouvi falar ,mas bem por cima...esta suber bem explicado. beijos

    ResponderExcluir
  26. Mi, que post maravilhoso.
    Sou bem alienada quando o assunto é aromaterapia, mas você explicou tão bem que estou começando a ficar "por dentro" hehe

    bjs

    ResponderExcluir
  27. Muito interessante!
    Menina eu acredito nos benefícios da aromoterapia!
    Beijos

    ResponderExcluir

Seja bem vindo(a), sua presença nos deixa muito feliz!
Bjos,
Volte Sempre!

Receba no seu email

Coloque seu email:

Assine nosso FeedBurner

.

.

Divulga Links

Siga-nos por Email

Postagens populares